ESTÁ EM

Realizada a V Sessão do Conselho Científico da UnISCED

Vagas de emprego em aberto

No dia 17 de abril de 2024, a UnISCED promoveu com sucesso a quinta sessão do seu Conselho Científico, um marco significativo para a instituição. O encontro, que teve lugar na cidade da Beira,  foi marcado por discussões profundas e construtivas, visando impulsionar a excelência académica e científica da universidade.

 A efeméride serviu para  analisar os seguintes pontos de agenda:

  • Apresentação da proposta do Quadro Curricular da UnISCED;
  • Introdução de novos planos curriculares;
  • Revisão da revista científica para garantir a sua relevância e alcance internacional.

A abertura do evento foi conduzida pelo Vice-reitor para a área académica da UnISCED, o Prof. Doutor Simone Mura, que destacou a relevância desses debates para o futuro da instituição. Foi ressaltada a importância de um currículo unificado para optimizar a experiência educacional dos estudantes e garantir a qualidade dos programas oferecidos.

Durante as discussões, os participantes tiveram a oportunidade de examinar os novos planos curriculares, resultado de uma cuidadosa análise e de uma consulta pública, realizada no passado mês de Fevereiro do ano em curso. Esses planos representam um passo significativo na adaptação da UnISCED às demandas do mercado e às necessidades dos estudantes.

Além disso, a revisão da revista científica foi um ponto central da agenda, com o objectivo de assegurar que as suas publicações estejam alinhadas com os mais altos padrões internacionais, ampliando assim o seu impacto e relevância no cenário académico global.

O evento foi enriquecido pela participação activa de colaboradores, tanto presencialmente quanto de forma remota, demonstrando o compromisso e o comprometimento da comunidade académica da UnISCED com o avanço da ciência e da educação.

Em suma, a quinta sessão do Conselho Científico da UnISCED foi um verdadeiro sucesso, marcada por diálogos construtivos, visões compartilhadas e um compromisso renovado com a excelência académica e científica.

ESTÁ EM

UnISCED e Centro de Formação de Nazaré firmam cooperação técnica e científica na área de agricultura e desenvolvimento comunitário

Vagas de emprego em aberto

No passado dia 12 de Abril de 2024, a Universidade Aberta ISCED (UnISCED) e o Centro de Formação de Nazaré anunciaram uma colaboração histórica para promover a cooperação científica, tecnológica, cultural e profissional nas suas áreas de especialização, com foco nas áreas de agronegócios e de Desenvolvimento Agrário. A cerimónia de assinatura do memorando ocorreu nas instalações do Centro de Formação de Nazaré, localizado no bairro de Inhamízua, na cidade da Beira.

A assinatura do memorando foi antecedida por uma visita às instalações do Centro de Formação de Nazaré, para de perto conhecer os diferentes sectores que compõem as instalações do Centro; desde os campos de produção agrícola, o sector de produção de gado de corte e leiteiro, produção avícola, piscícola e de suínos, bem como a área de processamento de leite, queijo e yogurte.  

A parceria entre as duas instituições tem como objectivo principal fomentar o intercâmbio de conhecimento entre estudantes e profissionais ligados às duas entidades, bem como elaborar de forma conjunta projectos de investimento e desenvolvimento comunitário. Além disso, a cooperação visa fortalecer as capacidades de ambas as partes no processo de formação inclusiva e inovadora, com foco especial no desenvolvimento agrário e tecnológico.

Na sua intervenção, o Magnífico Reitor da UnISCED, Prof. Doutor Martins Laita, reiterou o compromisso da universidade em garantir que o memorando assinado traga resultados concretos, onde as duas instituições saíssem a ganhar de facto. Por seu lado, o Director do Centro de Formação de Nazaré, Padre Bationo Timothee, expressou sua satisfação com a parceria, destacando a complementaridade entre as aulas teóricas da UnISCED e as práticas oferecidas pelo centro. “Vai ser realmente ajuda aos formandos”, afirmou. Ele enfatizou o compromisso do centro em fornecer toda a assistência necessária para garantir o sucesso da parceria.

Espera-se que esta parceria fortaleça significativamente a capacidade de ambas as instituições de fornecer uma educação de qualidade e promover o desenvolvimento sustentável nas comunidades locais.

ESTÁ EM

MAPEAMENTO DE OCORRÊNCIA DAS ÁREAS VERDES COMO INDICADORES DA QUALIDADE AMBIENTAL NA CIDADE DA BEIRA

Vagas de emprego em aberto

Docentes da Universidade Aberta ISCED (UnISCED), Gerson Chitula, Adalberto Armindo e Lelia Ussene, colaboradores da instituição, recentemente publicaram os resultados de sua pesquisa sobre o “Mapeamento de Ocorrência das Áreas Verdes como Indicadores da Qualidade Ambiental na Cidade da Beira” na revista científica multidisciplinar RECIMA21. 

A pesquisa aponta para um processo acelerado de urbanização na cidade da Beira. A crescente presença de construções e pavimentações tem impermeabilizado uma considerável parcela das áreas que naturalmente poderiam ser vegetadas. Esse fenómeno resulta em uma maior vulnerabilidade ambiental, especialmente em relação a inundações, devido ao aumento do escoamento superficial.

A maioria das áreas verdes mapeadas na cidade da Beira está propensa a factores que desencadeiam inundações. Isso é atribuído à ocupação desordenada do solo urbano, que não tem sido acompanhada adequadamente pela implantação e manutenção da infraestrutura básica.

Com base nos resultados obtidos, os pesquisadores concluíram que é crucial valorizar e preservar as áreas verdes urbanas como forma de garantir a qualidade ambiental da cidade. Recomenda-se, portanto, uma abordagem mais coordenada no planeamento urbano para enfrentar os desafios ambientais, particularmente os relacionados às inundações.

Essas descobertas oferecem insights valiosos para o desenvolvimento de estratégias eficazes de planeamento urbano e gestão ambiental na cidade da Beira.

ESTÁ EM

Visita de cortesia ao Governo do distrito do Búzi: Clínica Jurídica da UnISCED reforça consciencialização sobre Uniões Prematuras

Vagas de emprego em aberto

No último dia 27 de Março, uma equipa da Clínica Jurídica, projecto vinculado à Universidade Aberta ISCED (UnISCED), realizou uma visita de cortesia ao distrito de Búzi. O objectivo principal da visita foi preparar o terreno para uma série de actividades voltadas para a comunidade local, como parte das iniciativas de extensão universitária da instituição.

A brigada, composta pelo Director da Faculdade de Direito, Nelsone Chapananga, e Coordenador da Clínica Jurídica, Germano Macário, foi recebida pelo Secretário Permanente do distrito de Búzi, que demonstrou apoio entusiástico à iniciativa. Um registo fotográfico do encontro ilustra a importância do diálogo entre a equipa da UnISCED e as autoridades locais.

A iniciativa tem como foco principal a preparação para a implementação de uma tenda jurídica, bem como a capacitação de cerca de 50 líderes comunitários. Além disso, estão previstas palestras sobre prevenção e combate às uniões prematuras, visando proporcionar conhecimentos essenciais à comunidade.

É importante ressaltar que a Clínica Jurídica da UnISCED tem como missão oferecer aconselhamento jurídico gratuito aos cidadãos carenciados, como parte do compromisso da universidade com o acesso à justiça e a promoção dos direitos humanos da responsabilidade social da universidade, permitindo deste modo, o acesso à justiça.

Essa iniciativa reforça a responsabilidade social da UnISCED com o desenvolvimento sócio jurídico das comunidades atendidas, destacando o papel fundamental da extensão universitária na promoção da cidadania e na construção de uma sociedade mais justa e igualitária.

ESTÁ EM

REITOR DA UnISCED PARTICIPA DA 7.ª CONFERÊNCIA DO CONSELHO AFRICANO PARA A EDUCAÇÃO À DISTÂNCIA NO QUÉNIA

Vagas de emprego em aberto

Entre os dias 26 e 29 de Março de 2024, a Universidade Aberta ISCED (UnISCED) participou, na Universidade de Ciência e Tecnologia Masinde Muliro, em Kakamega, Quénia, da 7.ª Conferência do Conselho Africano para a Educação à Distância. A presença da UnISCED, no referido evento, reflecte o compromisso da instituição com o avanço educacional no continente Africano.

No evento, a UnISCED esteve representada pelo seu Reitor, Prof. Doutor Martins Laita, que foi um dos principais oradores do evento, por dois Administradores do IAPED Holding SA, nomeadamente, o Mestre Wisdom Machacha e o Eng. Domingos Jose Braz Chidassicua, pelo Prof. Doutor António Franque, Director do Gabinete de Garantia de Qualidade e Acreditação e pelo Mestre Zacarias Magibire, Chefe do Gabinete do Reitor, que foi um dos palestrantes da conferência.

Sob o tema “Da recuperação à resiliência: inovações na aprendizagem aberta, à distância e online”, a conferência serviu para abordar os desafios que afectam o acesso a uma educação de qualidade em todo o continente.

Durante a conferência, acadêmicos, especialistas em educação, representantes governamentais e profissionais do sector privado partilharam conhecimentos, experiências e melhores práticas no campo da educação à distância. Em meio aos desafios impostos por fenómenos naturais, crises de saúde, instabilidades sócio-políticas e económicas, a conferência serviu para apresentar estratégias inovadoras, para promover resiliência e enfrentar os desafios educacionais que o continente enfrenta, especialmente no contexto pós-Covid-19.

ESTÁ EM

UnISCED Participa na Reunião Nacional dos Actores da Cadeia de Sementes em Moçambique

Vagas de emprego em aberto

Realizou-se nos dias 13, 14 e 15 de Março de 2024, no distrito de Gondola, província de Manica, a Reunião Nacional dos Actores da Cadeia de Sementes. O evento, organizado pelo Instituto de Investigação Agrária de Moçambique (IIAM) em coordenação com a Direcção Nacional de Sanidade Agro-pecuária e Biossegurança (DNSAB), teve como objectivo definir linhas estratégicas para um sistema de fornecimento de sementes funcional e sustentável para enfrentar os desafios do sector agrário do país.

A reunião contou com a participação de pesquisadores, produtores de sementes, académicos (com a participação da UnISCED em destaque), agrodealers, e outros actores da cadeia de sementes, tanto nacionais quanto internacionais. O discurso de abertura foi proferido pelo Director Provincial da Agricultura e Pescas de Manica, Ernesto Jaime Lopes, em representação da Governadora da província de Manica, Francisca Tomás. Lopes destacou que a reunião insere-se nas iniciativas de organização e planificação entre os diferentes actores do sector empresarial e familiar nacional, visando atender às crescentes demandas e exigências do mercado.

Durante o primeiro dia do encontro, os participantes realizaram visitas às empresas de produção de sementes Phoenix Seeds e Companhia de Zembe, situadas no distrito de Vanduzi e na cidade de Chimoio, respectivamente. Nessas visitas, tiveram a oportunidade de observar de perto as etapas envolvidas no processo de produção de sementes e interagir com os respectivos proprietários.

Nos dias seguintes, os debates abordaram temas relacionados aos desafios do sector de sementes em Moçambique, apresentação da versão preliminar da política e Lei de sementes, sistemas de protecção da propriedade intelectual e protecção dos direitos de propriedade intelectual do IIAM e melhoradores de plantas, entre outros assuntos. Ficou evidente a importância do trabalho conjunto entre os diferentes actores da cadeia para alcançar resultados satisfatórios.

Para enriquecer os debates, o evento contou com a participação especial do Eng. Francisco Mitti, representante do Centro de Investigação Agrária da Zâmbia, que compartilhou a experiência do funcionamento do sistema de sementes em seu país vizinho, destacando desafios e soluções.

O evento de três dias culminou com a concepção de um Plano de Acção dos Actores de Sementes, com estratégias claras que guiarão os próximos passos deste sector em Moçambique, visando melhorar o seu desempenho.

ESTÁ EM

UnISCED Recebe Visita do CAM para Fortalecer Parceria no Projecto Djampa e na Inovação Digital Europa-África

Vagas de emprego em aberto

No dia 19 de Março de 2023, Margherita Busana, delegada da União Europeia (UE) do Consórcio das Associações com Moçambique (CAM), realizou uma visita ao Centro de Incubação do Projecto Djampa, implementado pela Universidade Aberta ISCED. O objectivo principal da visita foi compreender o funcionamento do projecto e da UnISCED como um todo, visando à implementação do projecto Europa-África para inovação digital pela CAM.

A delegação da CAM foi recebida pelo chefe do departamento de extensão da UnISCED David Franco, que começou por apresentar as instalações do Centro de Recursos da Beira aos visitantes. Durante a visita, os participantes puderam conhecer o laboratório de incubação e receberam explicações detalhadas sobre o funcionamento do Djampa e da UnISCED. Franco destacou que o objectivo do projecto Djampa é contribuir para o desenvolvimento económico inclusivo e sustentável de Moçambique, com foco na criação de empregos e negócios no sector privado, especialmente incentivando jovens empreendedores na digitalização, sustentabilidade e economia verde. Ele também enfatizou que o projecto já teve impactos positivos, como a geração de empregos, a formalização de empresas e o treinamento prático de estudantes da UnISCED no curso de contabilidade.

Franco expressou optimismo com a implementação do projecto Europa-África pela União Europeia, co-financiadora do Djampa, esperando que isso proporcione à UnISCED oportunidades adicionais para contribuir para a sociedade por meio de actividades alinhadas com o projecto e para ampliar sua visão de um futuro digital inclusivo e acessível para todos.

Por sua vez, Margherita Busana explicou que a Africa-Europe Digital Innovation Bridge 2.0 (AEDIB 2.0) é uma iniciativa emblemática da UE e um programa regional liderado pela UE e pela Team Europe, composta actualmente por seis Estados-Membros da UE: França, Alemanha, Bélgica, Finlândia, Holanda e Estónia. O programa, que terá início em 2024, visa fortalecer as conexões entre o empreendedorismo digital e os ecossistemas de inovação na África e na Europa, abordando três pilares fundamentais: ambiente político e regulamentar, criação de ecossistemas (com Polos de Inovação Digital como atores principais) e acesso ao financiamento. Isso inclui o desenvolvimento e reforço de infraestruturas essenciais, como a rede pan-africana de centros de inovação digital, bem como a facilitação de actividades de ligação para reforçar as capacidades técnicas e a transferência de tecnologias entre inovadores e startups africanas e europeias, atores do sector privado, universidades, governos locais e investidores.

ESTÁ EM

Direcção de Recursos Virtuais e Multimedia da UnISCED promove “Diálogo Aberto” alusivo à Semana de Educação Aberta

Vagas de emprego em aberto

No contexto das celebrações da Semana de Educação Aberta, que este ano decorreu de 04 a 08 de Março em todo mundo, a Direcção de Recursos Virtuais e Multimedia (DVRM) da Universidade Aberta ISCED (UnISCED) realizou um programa intitulado “Diálogo Aberto”, um evento que evidenciou a modalidade da Educação Aberta, como um modelo de referência para a democratização do conhecimento. O debate teve lugar no dia 07 de Março do ano em curso, sob a moderação do MEd. António Chimuzu e Prof. Doutor Edgar Cambaza, ambos, colaboradores da UnISCED, com a participação de um estudante do Curso de Licenciatura em Comunicação Aplicada ao Jornalismo e Marketing.

A Educação Aberta é uma celebração do movimento global da Educação Aberta e tem por objectivo conscientizar sobre esta modalidade de ensino e seu impacto sobre o ensino e a aprendizagem no mundo todo. O Debate Aberto realizado na UnISCED, foi uma conversa descontraída, onde se destacou a importância das práticas abertas na educação, seus benefícios e desafios, recursos educacionais abertos, o exemplo da UnISCED na aplicação das práticas abertas e das ferramentas utilizadas. Na ocasião, o Prof. Doutor Edgar Cambaza esclareceu que  a modalidade do ensino na UnISCED, permite ter acesso a todas as plataformas de ensino e aprendizagem cruciais durante a formação, como a plataforma da sala virtual, biblioteca virtual entre outras.

Durante o evento foram esclarecidas as dúvidas dos estudantes sobre o acesso à sala virtual, onde além do vídeo explicativo, receberam instruções práticas sobre os passos que devem seguir, sobre o sistema de avaliação utilizado pela UnISCED e sobre as práticas educacionais abertas que foram imediatamente esclarecidas.

ESTÁ EM

UnISCED e ONP – Sofala tornam-se parceiros na promoção da educação

Vagas de emprego em aberto

A parceria entre a Universidade Aberta ISCED (UnISCED) e a Delegação Provincial da Organização Nacional de Professores (ONP-Sofala) pretende desenvolver actividades que vão promover os serviços e produtos da UnISCED em benefício dos membros da ONP e da UnISCED. Neste sentido, o Memorando de Entendimento consiste na partilha do espaço da ONP-Sofala para realização de palestras e outros eventos de promoção e divulgação da imagem, produtos, serviços e cursos da UnISCED para os integrantes da organização ao nível provincial.

Os professores que integram a ONP-Sofala poderão beneficiar-se das bolsas parciais da UnISCED, ao conseguir angariar alunos para se matricularem aos cursos da Universidade Aberta ISCED, no âmbito da parceria entre as partes. Na ocasião da assinatura do memorando, o reitor da UnISCED, Prof. Doutor Martins Laita lembrou que esta parceria é estratégica, pelo facto de existir, na Universidade Aberta ISCED, a Faculdade de Ciências de Educação que é composta por cinco cursos nomeadamente Licenciatura em Biologia, Geografia, História, Matemática e Português, cursos que se acredita serem cruciais no apoio à formação dos profissionais da educação, em exercício na cidade da Beira.

O Secretário provincial da ONP em Sofala, José Ligonha,  esclareceu que os professores estão esperançosos com os benefícios da parceria entre as partes, encarando como um desafio e oportunidade de continuar a elevar o conhecimento científico. Contudo, reconhecemos que esta nova era entre a UnISCED e ONP requer de nós muito empenho, motivação e muita responsabilidade, sublinhou José Ligonha. Outrossim, assume a responsabilidade de colaborar com a UnISCED para que os objectivos da parceria sejam concretizados, através de acções como a consciencialização de professores que integram a agremiação, espalhados nos 13 distritos da província de Sofala.

ESTÁ EM

UnISCED e Instituto de Treinamento em Comunicação do Quênia promovem Webinar sobre IA

Vagas de emprego em aberto

A Direcção de Recursos Virtuais e Multimedia (DVRM) da Universidade Aberta ISCED (UnISCED) e o Instituto de Treinamento em Comunicação realizaram, no dia 22 de Fevereiro de 2024, um Webinar intitulado: “O USO DE SERVIÇOS DE INTELIGÊNCIA ARTIFICIAL (IA) DE ACESSO ABERTO NA MELHORIA DA INVESTIGAÇÃO CIENTÍFICA DO CICLO DE VIDA DAS PUBLICAÇÕES PARA A COMUNIDADE ACADÉMICA EM MOÇAMBIQUE”.

Num evento que contou com cerca de 80 participantes, com apresentações feitas em português e inglês, o foco era, dentre vários, descobrir as ferramentas de pesquisa avançadas, onde durante as intervenções  foi elencado o “Dimensions, The open Research Library and Scholarly”, capacitar pesquisadores emergentes, onde os palestrantes enfatizaram o papel das ferramentas na ampliação da descoberta, análise e rastreamento da literatura, bolsas e patentes com o intuito de dar suporte aos pesquisadores iniciantes.

Foi discutida também a questão da optimização dos esforços da pesquisa, onde os participantes da palestra online foram ensinados técnicas para simplificar o fluxo do seu trabalho, como aprimorar a revisão da literatura e gerenciar subsídios oficialmente nas ferramentas apresentadas e por fim, os participantes foram incentivados a filiarem-se a comunidades colaborativas para criação de “network”.

Espera-se que os participantes do webinar apliquem os conhecimentos adquiridos no seu trabalho, bem como na defesa, o uso mais amplo de ferramentas de Inteligência Artificial de acesso aberto.

Pelo debate que a palestra suscitou na sessão de perguntas e respostas, ficou claro que o evento foi uma experiência ímpar e positiva.

O webinar foi co-organizado pela UnISCED e pelo Training Centre in Communication (TCC) -África. TCC–África é o primeiro centro de formação baseado em África a ensinar competências de comunicação eficazes a cientistas e também fornece apoio de capacidade para melhorar a produção e a visibilidade dos investigadores através de formação em comunicação académica e científica. A organização está sediada no Quênia.

Boletim Informativo

Quer receber as novidades da UnISCED no seu e-mail? Subscreva-se no nosso Boletim Informativo (Newsletter). É grátis, rápido e fácil. Você só precisa inserir o seu e-mail no formulário e enviar.