ESTÁ EM

UnISCED leva 27 propostas de cursos dos níveis de Licenciatura, Mestrado e Doutoramento à consulta pública

Vagas de emprego em aberto

Na sequência da apresentação pública de novos cursos, a Universidade Aberta ISCED (UnISCED) apresentou publicamente, nos dias 8 e 9 de Fevereiro do ano em curso, o plano curricular de 27 propostas de novos cursos que se pretende introduzir, dos quais, 19 são de mestrado, 5 de licenciatura e 3 de doutoramento. 

O evento que durou dois dias juntou a comunidade académica, organizações da sociedade civil, especialistas, empregadores entre outros que, durante a apresentação pública dos cursos deram o seu contributo sobre a qualidade, relevância e pertinência dos planos curriculares. O reitor da UnISCED, Prof. Doutor Martins Laita disse na ocasião que os cursos ora discutidos devem ser socialmente relevantes e importantes para o desenvolvimento do capital social e humano do país. “Sabemos que o mercado de trabalho clama por profissionais formados no nível superior e a universidade vai contribuir através destes cursos”, sublinhou.

Depois da discussão, as contribuições serão incluídas nos planos curriculares dos 27 cursos para posterior submissão ao Conselho Nacional de Avaliação da Qualidade (CNAQ) para a sua acreditação. 

O representante do Director Nacional do Ensino Superior, Calado Moyanga sublinhou que a UnISCED está alinhada ao Plano do Executivo que é de expandir o ensino  superior a nível nacional, justificando que  “até 2020, a UnISCED deveria ter perto de 11 mil estudantes, mas até ao ano passado já contava com cerca de 30 mil”.

Um dos especialistas convidados para o evento é o antigo Ministro da Agricultura e Desenvolvimento Rural, Hélder Muteia, que em entrevista disse que a UnISCED poderá responder à dinâmica, padrões essenciais da actividade académica, não só as necessidades do país, mas também as expectativas da sociedade. Para ele, “todos os aspectos discutidos são importantes. Se o conteúdo é relevante e responde às necessidades, também estão alinhados a responder a capacidade de aprendizagem dos estudantes, bem como gerar dinâmica, para que o desenvolvimento possa ser realizado desses planos curriculares”.

A UnISCED espera que os cursos sejam acreditados este ano, para que comecem a ser lecionados no ano académico de 2025.

ESTÁ EM

Fábrica de montagem de tablets vai passar a fornecer o equipamento para a UnISCED

Vagas de emprego em aberto

A Universidade Aberta ISCED (UnISCED) e o Instituto Africano de Promoção de Educação a Distância (IAPED) visitaram na passada terça-feira (17 de Janeiro de 2024) as instalações da fábrica de montagem de Tablets (Edutech), cidade de Maputo. A equipa composta pelo corpo directivo da UnISCED e IAPED HOLDING SA recebeu explicação sobre o estágio de execução e montagem do equipamento necessário para o seu funcionamento e a previsão é que a Edutech comece a fornecer o equipamento à UnISCED este ano.

Trata-se de uma unidade fabril que pertence ao IAPED Holding SA, entidade instituidora da UnISCED e esta empresa, Edutech, enquadra-se no plano de pesquisa e extensão da UnISCED, enquanto instituição do ensino superior, onde será feita a montagem e distribuição dos tablets, equipamento necessário para viabilizar o processo de ensino e aprendizagem aos estudantes desta instituição de ensino superior. Com capacidade de montar 500 tablets por dia, a entrada em funcionamento desta fábrica vai permitir que o estudante receba um Tablet, assim que terminar a sua inscrição num dos cursos.

ESTÁ EM

Lançada revista científica da UnISCED

Vagas de emprego em aberto

A Vice-Reitoria para a área Académica lançou no passado dia 22 de Dezembro de 2023 a Revista Científica da Universidade Aberta ISCED – UnISCED, com quatro temas abordando sobre o uso da inteligência artificial no ensino superior em Moçambique, a avaliação por pares, por parte de estudantes, a covid-19 e, por último, os desafios da linguagem e comunicação no contexto tecnológico em que nos encontramos. 

O vice-reitor para a área académica da UnISCED, Prof. Doutor Simone Mura, que apresentou oficialmente a revista, sublinhou que o desejo é que a Revista seja caracterizada pela publicação de trabalhos científicos que obedeçam e respeitem os mais elevados padrões de qualidade”. Para ele, para alcançar a qualidade desejada, a Revista Científica deverá primar pela rigorosidade, exigência e imparcialidade, com equipa suportada por uma comissão científica cuja “finalidade será de apoiar a revisão dos artigos e outros trabalhos que forem submetidos para publicação na Revista”, frisou.

Na mesma ocasião, Simone Mura disse que a Universidade está a caminhar rumo a mais exigências e rigorosidade, por isso, encoraja e desafia, de forma particular o pessoal docente e investigadores, a produzirem mais artigos para que possam ser publicados na Revista, lembrando que “nos próximos anos, à luz do Estatuto de Carreira do pessoal docente e investigador da UnISCED, a subida na carreira dependerá imenso das publicações que cada um deverá fazer”.

O primeiro número da revista científica é composto por quatro textos de docentes da UnISCED, mas está aberta a qualquer investigador interessado em publicar seus trabalhos, sendo a publicação sujeita ao trabalho da comissão científica.

ESTÁ EM

UnISCED lança Projecto STEM para Raparigas

Vagas de emprego em aberto

A Universidade Aberta ISCED (UnISCED), através da Faculdade de Engenharias e Agricultura (FEA) e a Vice-Reitoria para área Tecnológica (VRT) em parceria com a STEMpower, lançou oficialmente no dia 19 de Dezembro de 2023, Projecto STEM para Raparigas, uma iniciativa que visa incentivar e despertar nas raparigas, o interesse pelas áreas de ciências, tecnologia, engenharia e matemática,  reduzindo assim as assimetrias existentes entre homens e mulheres nestas áreas do saber. 

A cerimónia teve lugar na província de Manica, e contou com a presença do Governo através do representante do Secretário do Estado na Província de Manica, representante da Administradora de Gondola, representantes da Direcção Provincial de Educação, membros do Conselho de Direcção do grupo IAPED Holdings, corpo directivo e académico da UnISCED, entre outros convidados. Na ocasião, foi apresentado o primeiro laboratório STEM que compreende as áreas de informática e eletrônica. A STEMPower, parceira da UnISCED na implementação deste projecto, está actualmente activa em 29 países africanos, incluindo Moçambique, e já instalou 136 laboratórios. 

Falando na ocasião de apresentação oficial do projecto, o reitor da UnISCED, Prof. Doutor Martins Laita, frisou que, a UnISCED, por ser uma instituição de ensino superior online, é dependente de tecnologias e que é por essa razão que pensou em projectos que visam formar jovens para dominarem as ferramentas tecnológicas. Depois dessas palavras, Martins Laita garantiu que a instituição que dirige vai continuar a apostar em projectos que visam formar e preparar raparigas no manuseio das tecnologias com vista a contribuir no desenvolvimento do país”.

Filipe de Almeida, em representação do Secretário de Estado de Manica, acrescentou que o projecto vai ajudar a quebrar barreiras de desigualdade de género e no aumento do número de mulheres a terem gosto pela inovação e tecnologia. No mesmo contexto, enalteceu a iniciativa da UnISCED por ser uma forma de quebrar barreiras de género, através de laboratórios e outras iniciativas que visam dotar os jovens de conhecimentos e habilidades técnicas.

Inicialmente, o projecto abrange raparigas oriundas de quatro escolas secundárias dos distritos de Gondola e Chimoio, com o objectivo de estimulá-las a apostar nas áreas de ciência, tecnologia, engenharia e matemática.

ESTÁ EM

Director da Faculdade de Direito na UnISCED busca Cooperação para criar Mestrado em Direito Penal

Vagas de emprego em aberto

O director da Faculdade de Direito da Universidade Aberta ISCED (UnISCED), Nelsone Chapananga, escalou, entre os dias 27 de Novembro e 01 de Dezembro, a Universidade Federal de Pelotas (UFPel), com o intuito de estreitar laços com aquela instituição do ensino superior brasileira. 

A visita de Chapananga consistiu na troca de experiências e consulta à UFPel para a criação do curso de Mestrado em Direito Penal na UnISCED.

O director estabeleceu ainda contacto com a reitora da instituição que visitara, Isabel Andrade, que reiterou o apoio à UnISCED para a criação do curso e nas outras possibilidades de cooperação. Entretanto, em contacto com o coordenador dos Cursos de Pos-Graduação em Direito, da UFPel, Bruno Almeida, revelou que já tem desenvolvido trabalhos com este, pelo que espera que futuramente a UnISCED estreite cooperação com aquela universidade. Almeida, por seu turno, disse estar honrado pelo facto de a UnISCED escolher a UFPel para juntos pensarem e colaborarem na discussão curricular e de estrutura. A ida a Universidade Federal de Pelotas também serviu para partilha de conhecimentos, o director Chapananga também foi orador na palestra de abertura do 6º Seminário de Direitos Fundamentais e Vulnerabilidade Social, onde abordou sobre o tema: Direitos Fundamentais e Vulnerabilidade social em Moçambique e orientou um minicurso com o tema Globalização, Direito e Cultura Moçambicana.

ESTÁ EM

Estudantes inscritos durante a realização do festival de Carne em Magude

Vagas de emprego em aberto

Estudantes inscreveram-se nos cursos da Universidade Aberta ISCED, durante a realização do Festival de Carne, realizado no distrito de Magude, na Província de Maputo, nos dias oito e nove de Dezembro de 2023. 

A enorme densidade populacional (62.297 de acordo com o censo de 2017) do distrito foi um alvo estratégico para a UnISCED, através do festival, capitalizar as oportunidades da oferta formativa, com enfoque nas bolsas parciais para instituições e funcionários entre públicos e privados.

No festival, a UnISCED pretendia:

  • Vender os cursos da UnISCED;
  • Promover as campanhas de bolsas parciais através da distribuição de instrumentos de publicidade sobre modelo pedagógico da UnISCED (editais, flyers, brindes, posters);
  • Fazer prospecção de negócio e parceria.

O evento foi promovido pelo Governo do Distrito de Magude, inserindo-se no contexto da divulgação da actividade bandeira que o distrito assumiu, o de produzir carne de qualidade por forma a reduzir as importações e atender a demanda dos mercados locais, tornando-se torna oportuno a participação da UnISCED.

ESTÁ EM

UnISCED expõe modalidade de ensino na Feira FIKANE 2023

Vagas de emprego em aberto

A Universidade Aberta ISCED participou da Feira denominada FIKANE, realizada anualmente para a promoção do turismo no país e no mundo. Este ano o evento realizou-se nos dias 30 de Novembro, um e dois de Dezembro do ano em curso, no Centro Cultural Moçambique-China. Nesta feira, a UnISCED, teve a oportunidade de promover sua oferta formativa, com destaque para o curso de Turismo.

A UnISCED aproveitou a ocasião para atrair expositores a aderirem às campanhas de atribuição de bolsas aos funcionários e empresas, Vender os produtos e serviços, em particular os da Faculdade de Economia e Gestão da UnISCED, fazer prospecção de possíveis parceiros estratégicos na área turística e atrair visitantes para o stand através dos promotores/brigadistas. 

Enquanto isso, no âmbito das celebrações do dia voluntariado, a UnISCED fez parte da Conferência Nacional alusiva ao trabalho de voluntariado onde expôs a oferta formativa da instituição. Os stands da UnISCED foram massivamente aderidos pelos potenciais candidatos e se inscreveram aos cursos.

ESTÁ EM

Estudantes do Centro de Recursos da Beira trocam experiências com estudantes de Chimoio

Vagas de emprego em aberto

Cerca de 24 estudantes dos cursos de Licenciatura em Agronegócios e Desenvolvimento Agrário do Centro de Recursos da Beira efectuaram, no passado dia 10 de Novembro, uma visita de estudos à província de Manica, onde tiveram a oportunidade de interagir com os estudantes do Centro de Recursos de Chimoio.

A visita dos estudantes do CR da Beira a Manica visava a troca de experiências com outros estudantes, dotando-os de mais aprendizagem prática realizada. 

Já na cidade de Chimoio, visitaram o Matadouro do Planalto juntamente com os estudantes do CR de Chimoio, de seguida escalaram o campo de produção de Zembe. Para as aulas práticas, os estudantes dos dois Centros de Recursos foram separados em grupos, sendo que os estudantes do primeiro ano realizaram práticas de transplante no campo de produção de tomate e elaboração do inquérito. 

Enquanto isso, a turma do segundo ano assistiu aula de Rega e Drenagem e conheceram o sistema de rega instalado no campo. 

E finalmente, a turma do terceiro ano assistiu à aula de Pragas e Doenças em uma das parcelas de campo de produção de Tomate, que estava a ser assolada pela doença Murcha Bacteriana, e a demonstração de sistema de pulverização. 

Os estudantes terminaram o ciclo de aulas práticas com noções sólidas sobre as etapas da preparação e aplicação de pesticidas no campo; a demonstração de drenos, barragens e armazenamento de água, identificação dos diferentes tipos de sistemas de irrigação e identificação de elementos que influenciam na busca.

ESTÁ EM

UnISCED participa do primeiro Fórum de Intervenientes dos SINAQES

Vagas de emprego em aberto

A Universidade Aberta ISCED participou, entre os dias 15 e 17 de Novembro do ano em curso, do primeiro Fórum dos Intervenientes do Sistema Nacional de Avaliação, Acreditação e Garantia da Qualidade do Ensino Superior (SINAQES), um evento promovido pelo Conselho Nacional de Avaliação da Qualidade (CNAQ). 

A participação da UnISCED no evento tinha como objectivo, debater sobre ideias e se familiarizar com os novos instrumentos aprovados para melhor implementar e cumprir com o decreto lei.

O evento visava proporcionar aos diversos intervenientes directos e indirectos na implementação do SINAQES, um espaço de partilha de inovações na legislação do ensino superior em Moçambique e reflexão sobre suas implicações na implementação do SINAQES tendo em perspectiva a oferta de um ensino superior cada vez mais relevante e de qualidade.

ESTÁ EM

UnISCED promove campanha de recolha de resíduos sólidos nas escolas da Cidade da Beira

Vagas de emprego em aberto

A Universidade Aberta ISCED promoveu, no dia 11 de Novembro, uma Jornada de Limpeza na Escola Primária Completa de Macombe no bairro da Munhava, no âmbito da implementação do Projecto Proeduca.

A actividade consistiu na remoção de resíduos sólidos e limpeza do recinto e salas de aulas da Escola, envolvendo alunos e parceiros do Proeduca. A gestora do projecto, Dra. Teresa Rungo esclareceu que o envolvimento dos alunos visa chamar atenção sobre a necessidade de manter a escola e o seu meio limpos.

Todas as salas estavam péssimas em questões de higiene, mas quem fez esta actividade dentro das salas são os próprios alunos, para dizer que não é porque eles não sabem mas a falta de um acompanhamento e instrução sobre o que eles devem fazer para manter o ambiente limpo”. Explicou.

Esta Jornada de Limpeza é o culminar do acompanhamento que a UnISCED tem feito através da transmissão de mensagens nas escolas sobre a importância de preservar o meio ambiente. Na cidade da Beira, a iniciativa já abrangeu cerca de 120 alunos de duas escolas sendo, 60 da escola Secundária do Estoril e outros 60 da Escola Primária Completa de Macombe. Contudo, prevê-se abranger, para o ano de 2024, mais duas escolas do município do Dondo e outras das restantes cidades capitais da região centro nomeadamente, Cidades de Chimoio, Tete e Quelimane.

Boletim Informativo

Quer receber as novidades da UnISCED no seu e-mail? Subscreva-se no nosso Boletim Informativo (Newsletter). É grátis, rápido e fácil. Você só precisa inserir o seu e-mail no formulário e enviar.